Identificando a autossabotagem

Quando você quer muito alguma coisa, determina metas e objetivos para conquistar, mas ao invés de se planejar e começar a agir, começa a duvidar de si mesmo, se sentir um seguro e incapaz de realizar qualquer coisa.


A autossabotagem é um comportamento inconsciente que ocorre por conta dos medos e inseguranças que nós temos. Funciona inicialmente como um método para evitar frustrações, mas que muitas vezes evolui para algo que te aprisiona e impede que você avance em algumas áreas da vida por estar em um ciclo constante de autossabotagem.

Alguns sinais que você já se autossabotou:

– Frequentemente compara os seus sucessos com o dos outros;
– É extremamente perfeccionista como que faz, e nada está bom o bastante;
– Assumiu que você é incapaz de fazer alguma coisa, sem nem tentar;
– Se culpou por muito tempo por ter errado algo;
– Sentir medo excessivo de falhar ou se frustrar;
– Cria situações para que não dê certo algo que queria muito;
– Desiste de conquistas que almejava.


Para te ajudar, essas são algumas informações importantes para que comece a ter mais controle em cima de seus comportamentos:


Comece reconhecendo o comportamento
Se atente aos comportamentos automáticos, e se atente a situações da sua vida: como todos os planos e objetivos que fez e por algum motivo não conseguiu alcançar ou não chegou nem a tentar. O medo de que outras pessoas se frustrem com você, a falta de motivação para fazer algo que você quer muito fazer. Adiar decisões por se sentir inseguro muitas vezes com o que outras pessoas vão pensar. Tudo isso aconteceu e muitas vezes não sabemos o motivo, pois é bastante automático e inconsciente.


Tente enfrentar os pensamentos de autossabotagem aos poucos
Quando identificar que está tendo comportamentos de autossabotagem comece a se questionar, apesar de possivelmente identificar pensamentos de insegurança, medo de julgamento, sentimento de insuficiência, se questione: esses pensamentos realmente tem base em um fato claro? E quais pensamentos mais profundos estão por trás disso? Como por exemplo acontecimentos ou tentativas mal sucedidas do passado semelhantes a situação atual.

Tratamento
Após identificar esses comportamentos e tentar entender onde eles têm origem, o próximo passo é colocar em prática exercícios contínuos para combater as atitudes inconscientes, como a busca por autoconhecimento para entender a raiz desses comportamentos e mudar essa realidade, a atenção constante nos seus pensamentos e atitudes que está tendo. E conte com a ajuda da psicoterapia para te acompanhar e orientar nesse processo. Pode ser um processo longo e difícil, pois uma pessoa que se autossabota pode sabotar o tratamento, por não achar que merece coisas boas (nesse caso a melhora em relação aos comportamentos), inconscientemente acaba se sentindo confortável com tudo que a destrói, e isso afeta muito sua qualidade de vida.


Conte com os psicólogos da Você Bem Online para te orientar nesse processo, encontre um de nossos especialistas e comece a cuidar de você hoje, sempre focando em melhor sua qualidade de vida.

Deixe uma resposta