Setembro amarelo: Prevenção ao suicídio no Brasil

O Setembro Amarelo é uma campanha de prevenção ao suicídio, a campanha acontece no Brasil desde 2015, ajudando na conscientização sobre a prevenção do suicídio. 10 de Setembro é o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, por isso, no Brasil foi escolhido o mês de Setembro para a campanha. É uma iniciativa do Centro de Valorização da Vida (CVV), do Conselho Federal de Medicina e da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP). 

A campanha de prevenção ao suicídio é de extrema importância. No Brasil estima-se que 17% da população já pensou em tirar a própria vida (estudo realizado pela Unicamp), e desta porcentagem 4,8% chegaram a elaborar um plano para dar um fim à vida. Na grande maioria dos casos pode-se evitar que as tendências ou pensamentos suicidas se concretizem, e nisso entra a importância dessa campanha, pois uma das primeiras medidas preventivas é a educação. Com o acesso à informação e educação as pessoas passam a ter conhecimentos sobre causas, tratamentos, como e onde buscar ajuda, e esse pode ser um dos primeiros passos para redução da taxa de suicídio no país. 

Durante o mês de Setembro a Você Bem Online, alinhada com as recomendações de autoridades da saúde, irá levar uma série de conteúdos e informações com objetivo de atingir mais pessoas e ajudar a manter o sucesso e visibilidade que a campanha vem ganhando. Serão abordados assuntos como a importância de falar sobre o suicídio, como conversar com pessoas que apresentam sinais de que precisam de ajuda, as maneiras de procurar ajuda para si mesmo ou para um amigo/familiar, entre outros tópicos que precisam ser de conhecimento geral. Serão elaborados artigos, materiais em redes sociais, e será feita uma grande mobilização ao longo do mês. 

Hoje no Brasil em média 32 pessoas tiram a própria vida por dia, oferecendo acesso à informação e a proporção que a campanha toma a cada ano é essencial para que esse número diminua e para que o assunto se torne pertinente durante o ano todo.

Como funciona a terapia online?

A terapia online tem se tornado a realidade de muitas pessoas, além de ser feita de onde estiver, possibilita algumas flexibilidades: horários diferenciados, e sem necessidade de se deslocar ao consultório do psicólogo.
Com a chegada da pandemia e isolamento social é essencial redobrar os cuidados com a saúde mental.


Facilidade no agendamento
A facilidade para agendar consultas com um profissional também é um grande diferencial proporcionado por essa modalidade, com alguns cliques é possível acessar as especialidades de cada psicólogo e escolher o que melhor se encaixa em suas necessidades.

Mais alternativas para realizar as sessões
Após escolher um psicólogo e agendar a terapia online, a sessão acontece por vídeo chamada. Algumas das plataformas usadas são Skype e Hangouts, que possuem a segurança necessária para manter seu sigilo. Uma das opções é realizar a consulta utilizando seu smartphone, não precisando ter um computador em mãos para realizar as sessões.


Sigilo
O sigilo no atendimento online é o mesmo sigilo da terapia presencial: o profissional deve proteger a pessoa atendida, mantendo sob proteção às informações obtidas nas sessões. Apesar de toda a facilidade que as consultas online trazem, é preciso se atentar com o aparelho (computador, celular) usado nas sessões, garantindo que tenham antivírus instalado para garantir ainda mais a privacidade nas sessões online. E procure não utilizar computadores públicos.


Privacidade
Ao realizar a terapia online no conforto de sua casa, uma dica importante é se atentar ao ambiente em que fará a sessão, garantindo que se sinta à vontade com o psicólogo para conversar sobre assuntos pessoais. Escolher um local ou cômodo mais reservado fará com que se sinta mais seguro para se abrir.


A Você Bem Online têm como objetivo tornar mais simples o processo de agendamento de consultas, levando a melhor experiência para o paciente e psicólogo.

5 dicas simples para praticar o autocuidado durante o isolamento social

Você não estava preparado para enfrentar as situações que a epidemia do Covid-19 está causando. Um dos fatores mais difíceis de lidar é o isolamento social, por isso separamos algumas dicas de autocuidado para te ajudar nesse momento:

Não se isole completamente
Não se afaste dos seus amigos e familiares, principalmente dos que você é mais próximo. Mesmo com a distância física, ter uma boa conversa e dividir os acontecimentos do dia a dia ajuda muito. Nesse momento é muito importante se atentar a isso, pois esse isolamento pode desencadear sentimentos de tristeza e solidão.


Autocobrança
Você não tem que ser produtivo 100% do tempo, aprender coisas novas toda semana ou otimizar o tempo extra que sobrou estando em casa. Tudo bem descansar, não fazer nada, assistir um filme bobo. Estamos em um momento bastante tenso, e você não precisa se sentir mal por estar demandando ainda mais de você mesmo.


Relaxamento
Faça exercícios em casa! Como yoga para relaxar e se desligar um pouco dos pensamentos, ou alguma atividade com música e bastante movimento para gastar energia e também ter um momento em contato com você mesmo.


Rotina
Siga uma rotina, se você está trabalhando home office, essa dica é um pouco mais fácil de seguir. Ter um horário para dormir, para fazer as refeições, tomar um sol na janela, ajuda a dar motivação e uma sensação de sucesso ao concluir cada tarefa.


Se proteja!
Seguir as recomendações da OMS, se protegendo do vírus e protegendo quem está ao seu redor. Lave as mãos, use máscara e se puder fique em casa! Saia apenas em situações de urgência, como mercado e farmácia, isso te ajudará também a não se sentir ansioso em relação ao risco de contaminação.


Você não está enfrentando essa situação sozinho, pratique o autocuidado, seja gentil com você mesmo e conte com sua rede de apoio, seja amigos ou família. E você pode contar com a ajuda de psicólogos, que irão te ajudar com o autocuidado e a passar pelas situações que está enfrentando em decorrência do isolamento.