Como começar a meditar em 5 passos simples

Todo mundo já ouviu falar em meditação, seja através de algum conhecido que pratica, em filmes, séries, recomendação de profissionais ou por outros meios. 

Mas você realmente sabe quais os benefícios da prática de meditação, e porque deve começar a fazer?

Através de técnicas de meditação, você consegue levar sua mente a um estado de relaxamento e calma, envolvendo o foco da atenção, postura e outros pontos. 

A meditação também pode beneficiar o tratamento de depressão. 

Através da meditação você poderá colher benefícios como paz interior, controle de ansiedade, melhor domínio de suas emoções e pensamentos em situações críticas redução de insônia entre outros aspectos que influenciam diretamente em sua qualidade de vida e produtividade profissional. 

Bora começar a praticar meditação? Separamos 5 dicas para começar de forma simples:

1- Reserve ao menos um horário do dia para meditar:

Parece ser uma dica simples, porém é o primeiro passo fundamental para que você consiga meditar na prática e colher bons resultados. 

No momento em que reservar para meditação, nenhuma outra tarefa deve ser feita simultâneamente, foque totalmente no momento de meditação, no local mais tranquilo e silencioso possível em seu ambiente. 

15 a 20 minutos é um tempo ideal para começar. 

2 – Se posicionando corretamente: 

Adote uma postura alinhada e confortável. Para os primeiros passos, recomendamos usar a postura de lótus, utilizada com base nas técnicas orientais de meditação. É a postura em que você senta com as pernas cruzadas, e pés sobre as coxas com as mãos sobre os joelhos e coluna ereta, similar ao exemplo abaixo: 

3 – Concentre-se e controle a respiração:

Durante seu momento de meditação, após posicionar-se corretamente, feche os olhos e inicie o controle da respiração. 

Busque inspirar profundamente utilizando o tórax e a barriga, e em seguida expire de forma lenta, controlada e prazerosa. 

Preste atenção em seu processo de respiração durante a meditação e busque desfrutar de cada etapa profundamente. 

4 – Encontre um foco durante a meditação:

Nas técnicas tradicionais de meditação é recomendado encontrar um foco, utilizando-se de uma palavra, sílaba ou frase, que será repetida várias vezes causando um efeito sobre a mente, que irá ajudar a manter o foco e concentração.

Este “mantra”pode ser lavado repetidamente ou metalizado durante o processo de meditação. Um dos mais conhecidos é o “omm”.

Principalmente no começo de sua jornada na prática de meditação, será comum aparecerem diversos pensamentos em sua mente, mas não se preocupe em tentar “brigar”com eles, apenas deixe os fluir e depois sumirem naturalmente.

5 – Busque manter frequência:

Toda prática para ser aperfeiçoada e gerar realmente benefícios claros em sua vida, necessita de continuidade e frequência. 

Separe ao menos 15 a 20 minutos por dia e busque priorizar seu horário diário de meditação, evitando remarcar ou deixar de fazê-lo no dia, para criar uma rotina saudável. 

Com as dicas acima, você conseguirá inicial sozinho sua jornada na prática da meditação de forma simples e objetiva.

É sempre importante estudar sobre o assunto, conhecer novas técnicas e se aprofundar mais para colher benefícios para seu corpo e mente. 

Na Você Bem Online, temos um clube de assinantes com rodas de conversa semanais, e dentre elas temos toda semana o tema Mindfulness – Atenção Plena, que pode potencializar os benefícios em sua jornada pessoal. 

Para conhecer um pouco mais sobre o Clube, acesse: https://vocebemonline.com.br/torne-se-membro/

Foto de capa:

Photo by Simon Migaj on Unsplash

Exercícios físicos combatem depressão?

Já é comum ouvirmos sobre a importância da pratica exercícios físicos para nossa saúde, para pessoas que sofrem problemas cardíacos, diabetes e vários outros. 

Porém, um estudo de pesquisadores da Universidade do Texas, apontou que a prática de exercícios pode auxiliar também no tratamento de problemas de saúde mental, como a depressão. 

A prática de exercícios físicos libera no cérebro as endorfinas e outras substâncias que estão diretamente ligadas às sensações de bem-estar e prazer.

Como em todo tratamento, é importante manter-se frequência na prática de exercícios. O recomendado é realizar exercícios de 3 a 5 vezes por semana sempre com duração de 45 min a 1 hora. 

Os exercícios mais recomendados são os aeróbicos como pedalar, corridas ou caminhadas mais vigorosas.

Em quanto tempo começarei a ver resultados? 

Segundo os dados levantados no estudo, os pacientes que iniciarem a prática de exercícios como tratamento devem começar a notar melhoras nos sintomas de depressão após as primeiras 4 semanas de prática. 

Para manter o efeito antidepressivo dos exercícios efetivos, recomenda-se manter a prática de exercícios por pelo menos de 10 a 12 semanas. 

A terapia pode ser fundamental para combater a depressão

Juntamente a prática de exercícios, recomendamos também a busca pela terapia com psicólogos especializados no assunto. O profissional irá entender aspectos particulares de seu caso especificamente e trabalhá-los de forma individual, fornecendo ferramentas para combater e tratar a depressão. 

Na Você Bem Online, te conectamos com psicólogos especializados através da internet de forma simples e acessível. 

Temos também o Clube Você Bem, que dá acesso a programação semanal de rodas de conversa em grupo, direcionadas sempre por psicólogos, abordando temas como o combate a depressão, ansiedade, identificando e combatendo a autossabotagem entre outros temas.

Conheça mais em: http://vocebemonline.com.br/ 

Fontes:

Os dados da pesquisa foi realizada por Chad Rethorst e Madhukar Trivedi, da Universidade do Texas, EUA, e foram publicados no site Journal of Psychiatric Pratice.

Photo by Luis Quintero on Unsplash

Setembro amarelo: Prevenção ao suicídio no Brasil

O Setembro Amarelo é uma campanha de prevenção ao suicídio, a campanha acontece no Brasil desde 2015, ajudando na conscientização sobre a prevenção do suicídio. 10 de Setembro é o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, por isso, no Brasil foi escolhido o mês de Setembro para a campanha. É uma iniciativa do Centro de Valorização da Vida (CVV), do Conselho Federal de Medicina e da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP). 

A campanha de prevenção ao suicídio é de extrema importância. No Brasil estima-se que 17% da população já pensou em tirar a própria vida (estudo realizado pela Unicamp), e desta porcentagem 4,8% chegaram a elaborar um plano para dar um fim à vida. Na grande maioria dos casos pode-se evitar que as tendências ou pensamentos suicidas se concretizem, e nisso entra a importância dessa campanha, pois uma das primeiras medidas preventivas é a educação. Com o acesso à informação e educação as pessoas passam a ter conhecimentos sobre causas, tratamentos, como e onde buscar ajuda, e esse pode ser um dos primeiros passos para redução da taxa de suicídio no país. 

Durante o mês de Setembro a Você Bem Online, alinhada com as recomendações de autoridades da saúde, irá levar uma série de conteúdos e informações com objetivo de atingir mais pessoas e ajudar a manter o sucesso e visibilidade que a campanha vem ganhando. Serão abordados assuntos como a importância de falar sobre o suicídio, como conversar com pessoas que apresentam sinais de que precisam de ajuda, as maneiras de procurar ajuda para si mesmo ou para um amigo/familiar, entre outros tópicos que precisam ser de conhecimento geral. Serão elaborados artigos, materiais em redes sociais, e será feita uma grande mobilização ao longo do mês. 

Hoje no Brasil em média 32 pessoas tiram a própria vida por dia, oferecendo acesso à informação e a proporção que a campanha toma a cada ano é essencial para que esse número diminua e para que o assunto se torne pertinente durante o ano todo.